Itália. Abril de 1996. Facto histórico. O antigo maior partido comunista do Ocidente, aliado à pequenas agregações centristas, vence as eleições nacionais, depois de passar 50 anos à margem da gestão do Estado, devido ao veto ianque, da Igreja e do capital, apesar de contar com cerca de 30% do eleitorado. O Partido da Refundação Comunista, que nascera em 1991, quando o PCI mudara de nome para Partido dos Democratas de Esquerda [PDS], assumindo-se social-democrata, apoiara, de fora, a coligação. O PRC formara-se com operários, Estalinistas, maoistas, sindicalistas, trotskistas, etc. que se haviam negado a terminar a luta anti-capitalista. Nem mesmo no horizonte político, a coligação do Ulivo prometia o socialismo. Para o PDS, a democracia burguesa era agora "valor universal". Prometia apenas as melhorias sociais exigidas por um país governado pelo capital desde a queda do fascismo. A vitória era ainda mais completa pois coroava o fim de seis meses de governo de Berlusconi, desorganizado por mobilizações de massas contra as privatizações, os cortes sociais, a destruição das leis trabalhistas.

Carboni Maestri, G. (2001). A Derrota da Esquerda como a Direita Gosta. REVISTA NAÇÃO BRASIL, 126, 52-53.

A Derrota da Esquerda como a Direita Gosta

CARBONI MAESTRI, Gregorio
2001-01-01

Abstract

Itália. Abril de 1996. Facto histórico. O antigo maior partido comunista do Ocidente, aliado à pequenas agregações centristas, vence as eleições nacionais, depois de passar 50 anos à margem da gestão do Estado, devido ao veto ianque, da Igreja e do capital, apesar de contar com cerca de 30% do eleitorado. O Partido da Refundação Comunista, que nascera em 1991, quando o PCI mudara de nome para Partido dos Democratas de Esquerda [PDS], assumindo-se social-democrata, apoiara, de fora, a coligação. O PRC formara-se com operários, Estalinistas, maoistas, sindicalistas, trotskistas, etc. que se haviam negado a terminar a luta anti-capitalista. Nem mesmo no horizonte político, a coligação do Ulivo prometia o socialismo. Para o PDS, a democracia burguesa era agora "valor universal". Prometia apenas as melhorias sociais exigidas por um país governado pelo capital desde a queda do fascismo. A vitória era ainda mais completa pois coroava o fim de seis meses de governo de Berlusconi, desorganizado por mobilizações de massas contra as privatizações, os cortes sociais, a destruição das leis trabalhistas.
Settore SPS/04 - Scienza Politica
Carboni Maestri, G. (2001). A Derrota da Esquerda como a Direita Gosta. REVISTA NAÇÃO BRASIL, 126, 52-53.
File in questo prodotto:
File Dimensione Formato  
Uma derrota da esquerda como a direita gosta (R.S. Junho 2001).pdf

accesso aperto

Dimensione 333.17 kB
Formato Adobe PDF
333.17 kB Adobe PDF Visualizza/Apri
La Insigna Mayo 2001.pdf

accesso aperto

Dimensione 142.84 kB
Formato Adobe PDF
142.84 kB Adobe PDF Visualizza/Apri
Revista Conjuntura Internacional.pdf

accesso aperto

Dimensione 222.92 kB
Formato Adobe PDF
222.92 kB Adobe PDF Visualizza/Apri

I documenti in IRIS sono protetti da copyright e tutti i diritti sono riservati, salvo diversa indicazione.

Utilizza questo identificativo per citare o creare un link a questo documento: https://hdl.handle.net/10447/64053
Citazioni
  • ???jsp.display-item.citation.pmc??? ND
  • Scopus ND
  • ???jsp.display-item.citation.isi??? ND
social impact